24.9.13

HOT AMATEUR GUY


não é uma verdade universal imaginar que a última coisa que eu quis antes de me render ao verão foi:

a) imaginar você moreno, negro, africano, bibelô de ouro numa sunga branca molhada;

b) sentar no teu colo lendo bonequinha de luxo & recitando de memória alguma passagem do livro (para que você me explique com carinho o significado dos fatos);

c) cruzar o pacífico, as ilhas maurício, a costa do marfim & esquecer por completo o coração antigamente anulado na estrada;

d) você & eu emaranhados na areia, num jogo de nós entre duas aranhas completamente desestruturadas;

e) segurar o bronze, manter o tom altivo, speak our minds, mergulhar na piscina;

f) controlar a ereção como se fossemos responsáveis pelo bem geral da nação;

g) a sensação cósmica do ser & o futuro.

11 comentários:

  1. "Qualquer maneira de amor vale aquela
    Qualquer maneira de amor vale amar
    Qualquer maneira de amor vale a pena
    Qualquer maneira de amor valerá"

    ResponderExcluir
  2. Que lindo Antonio *-*
    Voce me lembra o "Eu em chamo Antonio" ♥
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Antônio, estive em um seminário chamado "Fazendo Gênero" semana retrasada, em Florianópolis. Olha, não sei por quê, mas lembrei de você. Acho que você ia gostar bastante.

    ResponderExcluir
  4. Se já está assim na primavera, imagina no verão... rsrsrsrs!

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. A e D.



    querido,
    você andou lendo meu pensamento?
    há alguns meses pensei em pedir algum texto seu, mas veja só, fiquei sem jeito e depois esquecida.

    ó, jenifercarmo18@yahoo.com.br

    fique à vontade.
    um abraço carinhoso.

    ResponderExcluir
  6. linda poesia! e dá para sentir vc tão proximo á pessoa amada! parabens

    ResponderExcluir
  7. ~~d) você & eu emaranhados na areia, num jogo de nós entre duas aranhas completamente desestruturadas;~~
    n em sei o que dizer :)

    ResponderExcluir
  8. Muito bom, Antonio!
    Reflexivo, verdadeiro, poético!
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  9. Antônio, Antônio...
    Tu sempre me desperta tesão, poesia e orgulho.
    Orgulho sim, porque desde que conheci teu blog, tô sempre por aqui
    Beijão pra ti, seu lindo.

    ResponderExcluir