9.7.13

leather


todas as bruxarias que você construiu
despencam sobre o meu jeans culpado de tudo,
desabotoei a camisa & me pus sobre travessas de inox
tão verticais quanto o beijo que você morde & assopra,
aí sou a pessoa ferida mais legal do mundo,
nego a violência & as páginas de ménage à trois na internet,
mantenho o carão diante dos arbustos que você cuspiu,
o girassol de uma mão que me afaga as lágrimas,
rasgação de amor que não me protege das rugas,
os centímetros que fariam de mim
a pessoa mais sexualizada do universo.

peço um cigarro e você não tem,
eu percorro a existência da noite & me tranco em banheiros,
do bolso possuo as armadilhas lindinhas
que se resumem em uma, duas gramas da lucidez
pré-fabricada pouco depois dos dinossauros,
você também não me esquece,
critica o fato dessa intolerância esquizoafetiva
ser publicamente devorada nos livros que você não escreveu,
por isso morro de vontade.

Imagem: Arno Minkkinen

13 comentários:

  1. Vontade pode mesmo matar! Muito bom, Antônio! Gracias pela visita e comment no TPM! Volte sempre! Hugz!

    ResponderExcluir
  2. ''aí sou a pessoa ferida mais legal do mundo''
    Aí que eu me refiro, tuas palavras soam como a confissão mais bonita e confusa que já li.

    ResponderExcluir
  3. UAU! Simplesmente genial... Vi que você tinha comentado no meu blog e resolvi dar uma passada aqui... Me senti até mal perto desse texto... Você escreve MUITO bem!

    www.justawinner.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Ótimo texto! Gostei de sua maneira de escrever.. é realmente genial, como alguns já disseram aqui.

    Obrigada por visitar meu blog.

    Um grande abraço..

    ResponderExcluir
  5. Excelente prosa poética. E como sempre falo nos bons blogs que usam imagens no post, a imagem realmente completa a escrita. Independente disso tudo, "intolerância esquizoafetiva" foi a expressão mais genial que li ultimamente

    ResponderExcluir
  6. Essa semana também dei uma viajada no Minkkinen:

    http://cronisias.blogspot.com.br/2013/07/arno-rafael-minkkinen.html

    ResponderExcluir
  7. gente, I just can´t beat that feeling

    ResponderExcluir