26.12.12

#todosvamosmorrermesmo a.k.a schopenhauer estava certíssimo



"Live or die, but don´t poison everything"
Anne Sexton

Oi, tudo bem?
Meu nome é Antônio e eu sou uma pessoa neurótica.
2013 prestes a dar o ar de sua graça e eu utilizo todos os clichês dos livros de autoajuda em busca de uma salvação de merda em meio às bizarrices do mundo, do Brasil, da minha cidade, do meu cu.
Como todas as pessoas mal resolvidas, frustradas e mal amadas, espero que o ano que se aproxima seja diferente.
Mesmo.
O mundo não acabou e chegou a hora de dar fôlego às minhas verdades pessoais e intransferíveis, aos meus sonhos.
Lindo, né?
É que mais uma vez me posiciono diante do espelho e tento me decifrar, me livrar das barras, das merdinhas, das sabotagens, dos truques, das mentiras.
Mas como consolo, tenho ao meu lado amigos que realmente se importam, cúmplices que num momento de fossa, cantariam I´ll Be There pra mim – na voz do Michael Jackson ou da Mariah Carey, no caso.
Os anos passam rápidos demais e a Pollyanna aqui se transformou num gato escaldado de rua.
Parei com o MIMIMI de desocupado e a real é essa: eu não sou obrigado a ser vítima de mim mesmo, muito menos dos outros.
Surtei.
Antes eu estava tão fufys, hoje estou tão tity – (fufys: fofo, tity: triste).
E por mais que algumas pessoas não acreditem ou finjam não acreditar, eu sou uma pessoa que escreve, então me livro dos fantasmas revelando o meu estado de espírito aos queridos leitores desse humilde blog (e que não são poucos).
Então é isso, 2013 será o ano do EU em 1º lugar. Danem-se os monstros.
A vibe obsessão, terror & glória se inicia com mais força e o feeling da impenetrabilidade nunca fez tanto sentido – o que me leva a crer que Schopenhauer foi a pessoa mais sensata do mundo.
My name is Anne and I got a plan: eu e meus livros, meus textos, meu livro que estou escrevendo, meus filmes, meu quarto, meus amigos, meus drinks e o maior êxtase que é poder ser eu mesmo.

21 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. transpirando de esperança e medo, mas seguindo. a vida se faz ao vivo e avante! Então, young heart: run free!

    ResponderExcluir
  3. Incrivel como seu sincericidio
    nos envolve na leitura de teu post., até
    o fim, para poder, de forma até que legal,
    curiar um pouco sobre teus dias, doidos ou
    sãos, não importa, mas que nos encanta sua
    forma sincera de escrever, isso sim...Adoro!
    Quando seu livro estiver pronto, quero ser
    uma das primeiras a ler...Abraços sem puxação
    de saco, apenas sinceridade nas palavras!

    ResponderExcluir
  4. ou SEJE, 2013 vai ser o ano em que você vai fazer o que deveria ter feito há muito tempo, que é colocar-se em primeiro lugar. amém!

    ResponderExcluir
  5. Te amo com todas as merdinhas e barras ao longo do caminho

    ResponderExcluir
  6. Te desejo a sorte que todos os corajosos merecem, porque com esse post, amigo, não tem como dizer que você não é.

    ResponderExcluir
  7. Velho, dou graças à Deus que você apareceu com seu blog, viu?
    É impossível não me identificar com o que tá escrito aí, sou eu completamente, você me roubou as sensações, haha.

    E que 2013 seja melhoooor, porque 2012 foi um cocô de cachorro grudado na sola do meu sapato!!

    Seu plano de fundo *-*

    bjo.

    ResponderExcluir
  8. Tio Tutu acerta muito. Massa teu texto.

    ResponderExcluir
  9. li, li e não consegui saber o que escrever. tá tudo muito universal isso de que 2012 foi uma bosta? ou é só essa bolha em que vivo? medo da ofensiva conservadora que se avizinha. que 2013 seja diferente

    ResponderExcluir
  10. Gostei da sua aspereza.
    Eu sempre me coloquei no centro de tudo.
    Meu pai me chama de Egocêntrica e realmente sou.

    ResponderExcluir
  11. Antônio,tenho que te confessar uma coisa: O seu blog e o "Dor Púrpura" (que eu sei que conhece porque te vi comentando por lá) são inspirações pra mim. Eu não escrevo nada. Tenho medo de admitir,mas só estou aprendendo ;___;
    Outra,vocês tem uma coisa bem legal: os seus contos são verossímeis,pé no chão,e por isso: lindos. Muito boa sorte nesse novo ano. e que o seu livro seja publicado (tenta convencer a Aline,do DP, a escrever um livro também. ao menos,uma antologia de contos já pode).
    ~Emilie Escreve~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Emilie, muito obrigado pelas palavras, fico muito feliz por você se identificar com os textos daqui. :)

      Excluir
  12. Let's rock! Foda-se o resto! Abração.

    ResponderExcluir
  13. É isso aí, amigo. Viver não é fácil, mas vamos fazendo, porque deurdisse: "Vai fazendo que eu te ajudarei". O que nos resta então é confiar nas sábias palavras da Inês Brasil e fazer o melhor que podemos com o pouco que nos é dado.

    ResponderExcluir
  14. Coloque-se em primeiro lugar sempre, Antonio. E não apenas porque o ano novo está chegando. A prioridade aqui é você, o que lhe interessa e aquilo que te faz bem. O inferno são os outros.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  15. Costumo dizer que a única pessoa que te conhece e desconhece completamente, ao mesmo tempo, é você. Eu penso muito em mim e isso me torna egoísta às vezes (ou sempre). Me identifiquei com você e vou aparecer aqui mais vezes.

    Feliz 2013 e que tudo dê certo aí.
    =*

    ResponderExcluir
  16. A sua prioridade de vida deve ser sempre você.
    Quando não estamos bem com nós, não conseguimos conviver com ninguém.
    Belo texto!
    Grande abraço, sucesso, feliz 2013!

    ResponderExcluir
  17. Conheço há pouco tempo o blog, mas agora que vi, não vou deixar de ler tudo que posta aqui. Você é foda, cara. Uma inspiração incrível. Minha promessa com 2013 é exatamente como a sua. Me identifiquei bastante com o texto. E mesmo que não tivesse sido, você escreve super bem. Enfim, boa sorte com tudo :3

    ResponderExcluir