2.12.12

buraco de alice



em qualquer lado
o equilátero é o mundo
onde me persigo contra você

ao meu alcance de nódoas
nós
vacinas
listas
e o final da entrega ao telefone

num palco de plumas
a ultima cilada no buraco de Alice
do coelho
de joelhos
em nada há de soar maravilhas.

8 comentários:

  1. Nossa, eu acho lindo, tento entender tudo, mas as vezes acabo por entender nada, apenas algumas partes, mas isso basta e tudo continua lindo.

    ResponderExcluir
  2. Por mais e melhores ciladas de Alice!

    ResponderExcluir
  3. gostei muito. esse, em especial, me tocou bastante.

    ResponderExcluir
  4. Quando te leio me vem logo a vontade de escrever!

    ResponderExcluir
  5. tudo o que você escreve, é tão sensacional Antônio. fico boba!

    ResponderExcluir
  6. Haverá mil maravilhas
    antes que o mundo acabe.

    ResponderExcluir
  7. Adoro te ler, e faz tempo que
    não passo por aqui, porem, hoje
    voce me pegou, apos ler e reler
    varias vezes, tuas metaforas me
    venceram....Não entendi!
    Abraços

    ResponderExcluir